terça-feira, 22 de novembro de 2011

Memórias de Um Trabalhador do Museu


MENSAGEM DE AGRADECIMENTO

Ao Sr. Diretor e secretária.
Setores Administrativo e Técnico; Manutenção e Limpeza; Srs. Vigilantes; Colegas da Brigada Militar; Sra. Laís.

Bravos peleadores da estância urbana do Sr. Julio de Castilhos.

Foi uma honra, um privilégio com momentos de aprendizagem, que com conduzirei para sempre no alforge, como um andarengo do nosso pago, refletida com suas fulvas, manuseadas pela habilidade do nosso Patrão celestial. Sinto a ação impiedosa da ampulheta no tempo, mas a Lei da Física é clara e absoluta.
Caminho lentamente pelas salas, corredores, manuseando os corrimões, sentindo em meus pés suas escadas em torno dos aposentos do primeiro mandatário do nosso Estado. Busco na minha visão, os perfis de cada ponto angular ou traçante, as exuberantes peças, envolvidas na história que o nosso antepassado deixou para as gerações que advirão. Nos prédios contíguos, o pátio com seus imponentes troantes, com a presença dos guerreiros felinos da Sra. Laís, capazes de com seus instintos sentirem a presença do invasor em seu território. Das majestades árvores que servem de abrigo aos pássaros tenores, redobrando as sinfonias com liberdade e paz!
E aqui vou, retornando à minha querência, ao encontro da minha amada prenda Maria Luiza, eterna companheira dos vários combates estrada a fora!
Meu reconhecimento a todos, e em especial ao Sgto Rengel, por me convidar a integrar-me junto a aguerrida instituição M.J.C., que recebeu-me de braços abertos e apoio.
"O meu corpo estará distante, mas o espírito presente, em forma de saudade para sempre!"
Com apreço e estima:


M.J.C. em POA 19/11/2011.

José Carlos Alves de Oliveira*
"Lá de São Borja!"

*Segurança Diurno