quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Matéria Dispersa

Instalação Sonora
site specifc
Marcelo Armani

Essa é uma instalação sonora que integra a semana de Ciência e Tecnologia da cidade de Porto Alegre. Projeto desenvolvido pelo artista sonoro Marcelo Armani especialmente ao Museu Júlio de Castilhos em homenagem ao Pe. Roberto Landell de Moura cientista e inventor brasileiro, considerado o patrono dos radioamadores do Brasil e o pai brasileiro do rádio. Foi pioneiro na transmissão da voz, utilizando equipamentos de construção própria como o rádio, onde transmitia a voz humana por meio de um transmissor de ondas que utilizava um microfone eletromecânico de sua invenção que recolhia ondas sonoras através de uma câmara de ressonância e o aparelho de telefone sem fio, que utilizava a luz como uma onda portadora da informação de áudio.
Em Matéria Dispersa, Marcelo nos apresenta um sistema quadrifônico (quatro canais de áudios independentes) instalado nas paredes, além de outro sistema estéreo de baixas frequências (graves) suspenso ao longo do corredor. A peça sonora dessa instalação é composta com o auxílio de meios eletroacústicos (sintetizador e efeitos) e de fragmentos registrados ao longo das estações de rádio AM em posições em que não há sintonia.
Esses materiais foram manipulados através de software áudio, onde o artista empregou uma série de filtros, equalizadores e ressonadores. A peça propõe um universo sonoro variável que intercala diferentes texturas ao longo de uma base que se desloca no espaço expositivo. Granulações, distorções e uma espécie de nuvem elétrica se manifestam ao longo da reprodução, projetando-se por diferentes direções. Uma massa sonora grave surge em determinados momentos ocasionando oscilações as cabos de áudio que se encontram em contato com o autofalante.
Matéria Dispersa representa singela homenagem sonora à Landell de Moura, na qual o artista vale-se dos elementos e processos presentes na arte sonora para aproximar ambos os planos. O transporte da matéria acústica. Variações e texturas que procura nos inserir nesse duto por onde as ondas fluem.